terça-feira, 23 de agosto de 2011

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

II Matinê Hardcore no Moinho Negro

 
II Matinê Harcore do Moinho Negro

Domingo, dia 07 de agosto às quatro da tarde

com as bandas:
Vapaus Vapaus
Féretro
Terrorismo?
Ferida

Também vai ser a despedida da Outi, guitarrista da banda Vapaus Vapaus que irá voltar para a Finlândia

Todxs lá!

Espaço Libertário Moinho Negro
moinhonegro.blogspot.com
Rua Marcílio Dias, 1463
Porto Alegre

segunda-feira, 18 de julho de 2011

VARIETTE MOINHO NEGRO

A Variette apresentará diferentes performances da arte de rua e circense, música ao vivo e discotecagem. 
Apto para todos os públicos.
Contribuição livre
Dia: 23/07 (sábado)
Hora: 19 hs

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Panfleto da manifestação


Marcha anti fascista 'todxs contra a opressão'

Pessoal, a marcha anti fascista realizada na sexta passada foi um sucesso total. Cerca de 250 pessoas participaram, numa caminhada que passou pela josé do patrocínio, com uma parada na frente do bar em que se concentram os skinheads da cidade, onde rolou grandes vaias e um megafone-humano contra a opressão e a conivência com indivíduos nazi-fascistas. Depois a marcha seguiu pela joão alfredo até o largo zumbi dos palmares, onde um carro de som nos esperava para uma festa com muita musica ao vivo feita pelos manifestantes para pautar também a pauta de que o largo zumbi dos palmares é do povo. Na marcha participaram diversos movimentos e lutas, como movimento gay, o movimento quilombola, contra a brutalidade policial, a Resistência Popular, funcionários dos correios em luta, o movimento anarcopunk, Utopia e Luta, coletivos feminitas, entre muitos outros coletivos autônomos da cidade. Uma manifestação linda, com muitas bandeiras -sendo que absolutamente nenhuma de partido-, bateria, faixas expondo as lutas, enfim, um marco do movimento de luta autônomo de porto alegre. Esta rede de movimentos autônomos se reuniu mais uma vez para dar um aviso que estamos atentxs e não toleraremos atitudes de agressão dos grupos de direita da cidade, tocou em umx de nós tocou em todxs! Abaixo, o video feita pela Catarse sobre a manifestação

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Sexualidades Nômades


SEXUALIDADES NOMADES EM FUGA da heterossexualidade obrigatória
Sábado 9 e domingo 10 de julho
Filmes: THE GIRL, dirigido por Sande Zeig, roteiro SZ e Monique Wittig; Minha vida em cor de rosa, de Alain Berliner
+ bate papo, debates, esposições, comes e bebes, e mais...
Convocam: Mulheres Rebeldes e Moinho Negro

domingo, 3 de julho de 2011

Manifestação contra o racismo, o facismo e toda forma de opressão!

Concentração às 19 horas na frente do Utopia e Luta, seguido de caminhada pela cidade baixa.




Em época em que o sentimento, manifestações e iniciativas libertárias emergem, emerge também a reação da extrema direita através de seus cães de guarda. Skinheads agem livremente pelas ruas da cidade, espancando moradores de rua, travestis e homossexuais (lembrando que o brasil é o pais com o maior numero de crimes de ódio contra homossexuais no mundo). Também atacam todos aqueles que lutam pela mudança desta realidade, pela construção de uma sociedade baseada no apoio mutuoi, solidariedade, liberdade e respeito. Temos que derrotar a reação!

Tocou em um de nós tocou em todos! Total repúdio às manifestação neonazistas pixadas em frente ao utopia e luta, e qualquer outra agressão efetuada por indivíduos nazi-fascistas!

Contra o racismo, a homofobia e toda forma de discriminação e opressão!
Vamos mostrar o desprezo da população à estas atitudes nojentas!
/Nazistas, fascistas, NÃO PASSARÃO!!!

terça-feira, 28 de junho de 2011

Ensaio de formação do Ritmos de Resistência Porto Alegre




Ensaio de formação do Ritmos de Resistência Porto Alegre
O que é o ritmos de resistência?
O ritmos de resistência é uma rede de grupos de bateria voltados para manifestações e para ações diretas em geral. Ele surge no contexto da Ação Global dos povos, e tem um caráter autônomo e combativo, sendo criado para justamente contrapor as ações monopolizantes (e bovinantes) das manifestações as quais participam partidos políticos, como a centralização do megafone e o carro de som/palanque.
“Somos uma rede internacional ativista anti-capitalista que usa samba como uma forma de fazer ação política. Usamos tactical frivolity (criação de um ambiente colorido, festivo, extravagante), inspirados pelo carnaval, para confrontar e criticar os sistemas de dominação e apoiar diretamente tod@s aquel@s que lutam contra a exploração, discriminação e opressão. Rejeitamos qualquer falsa oposição entre militância e formas criativas de resistência. Mesmo que sejamos bandas diferentes, operando de uma forma descentralizada, esforçamos-nos por maximizar a participação no nosso processo colectivo. Vem conosco! Temos tudo pelo qual tocar.”
- Apresentação dos RoR (ritms of resistence)

Abaixo, os princípios da Ritmos de Resistência Portugal, Baseados nos princípios da AGP:
1. Rejeição absoluta do capitalismo, imperialismo e feudalismo, de todos os acordos comerciais, instituições e governos que promovem uma globalização destrutiva.
2. Rejeitamos todas formas e sistemas de dominação e discriminação social, incluindo, mas não se limitando, ao patriarcado, racismo ou fundamentalismo religioso de qualquer crença. Abraçamos a plena dignidade de todos os seres humanos.
3. Uma atitude de confronto, pois não pensamos que a defesa de interesses por meio de lobbys possa ter um impacto crucial nas instituições e organizações não democráticas e tendenciosas, nas quais o capital transnacional é o factor preponderante.
4.
 Apelamos à acção directa, à desobediência civil e ao apoio a movimentos de luta social, defendendo  formas de resistência que maximizem o respeito pela vida e pelos direitos dos povos oprimidos, assim como a construção de alternativas locais ao capitalismo global.
5.
 Uma filosofia de organização baseada na descentralização e na autonomia. A PGA é um instrumento de coordenação, não é uma organização. A PGA não possui membros nem tem nem irá ter personalidade jurídica. Nao é representada por nenhuma organização ou pessoa individual.

Para que uma Ritmos de Resistência Porto Alegre?
Sentimos a necessidade de criar uma banda de bateria para agitar as manifestações aqui na cidade, pois acreditamos que a bateria é, além de um fator importante de sucesso das manifestações, também são super importantes para horizontalizar os espaços das manifestações, que muitas vezes são vertizalizados por medidas centralizadoras de fala utilizadas pelos partidos políticos.
Além do mais, o interessante de uma banda de bateria RdR é que ela é tranversal a grupos, nela  participariam pessoas de diversos grupos autônomos da cidade, que se encontrariam toda a semana para fazer o ensaio da banda, formando automaticamente uma rede de grupos autônomos para estar nas manifestações. Além do mais, o bloco estaria sempre articulado para participar de protestos quando surgissem, sendo já um bloco autônomo articulado para agitar as manifestações.
Todxs grupos e individuxs autônomxs estão convidadxs para participar!
O encontro de formação do grupo acontecerá no Espaço Libertário Moinho Negro, sábado 02/07 as 15 hrs!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Muralismo no Moinho! 2ª edição

Muralismo no Moinho Negro com o grupo Muralha Rubro Negra, segunda edição! Almoço seguido de bate papo e pintura de um mural na frente da casa.

O almoço irá rolar ao meio dia, rango vegan à contribuição espontânea dxs interessadxs. O bate papo direcionado à prática do muralismo e contrução coletiva do tema do mural irá começar em torno das 13 horas. 

Apareçam todxs!